balcaodigital_entrar-10.png
linhas_smas_home-10.png
A água de distribuição tem, por vezes, um cheiro e um sabor a cloro. O cloro é necessário?

Uma desinfeção eficaz da água de distribuição é absolutamente necessária para evitar que doenças infeciosas possam surgir.

A desinfeção da água de distribuição com cloro (sob a forma de cloro gasoso ou hipoclorito) é uma das principais medidas tomadas para assegurar que nenhuma contaminação microbiana possa surgir durante o transporte nas condutas mantendo assim a qualidade exigida.

Deve-se adicionar o mínimo de cloro necessário para que ocorra a desinfeção. O cloro tem tendência a desaparecer, em função do tempo de permanência da água nas condutas e da temperatura da mesma.

Os distribuidores de água controlam o teor em cloro residual e verificam a eficácia da desinfeção através de análises bacteriológicas recolhidas ao longo do sistema de abastecimento.

O cheiro a cloro que se pode sentir na água das torneiras é devido à evaporação desta substância, que é percetível mesmo em muito fracas concentrações.

Alguns conselhos:
-
Após algum tempo em recipientes abertos, cobertos com um pano para evitar a introdução de poeiras, o sabor e o cheiro a cloro desaparecem. Conserve esta água no frigorífico e consuma no prazo máximo de dois dias.
- As doses normalmente utilizadas para a desinfeção da água não são prejudiciais à saúde.
Notícias | Mapa do Site | Sugestão / Reclamação / Elogio | Gestão de Conflitos | Contactos | Legislação Ambiental | Links Úteis | Galeria de Imagem | FAQ
 
         
 
Site optimizado para browser I.E. com resolução 1024x758
SMAS de Sintra - Todos os direitos reservados
 
selos-09.png